UM DIA QUALQUER

Sem Título-1

Céu azul
Sol quente.
Brisa leve
Que afaga
O cabelo
Da menina.

Um chopp
No calçadão
Com beijos
Pra tremer o coração

De longe o mar
E um solitário barco
A dançar
No vai e vem das ondas.
Quisera meu pensamento
Ser agora
Uma gaivota
A mergulhar
Bem no fundo do mar,
E um peixe abocanhar,
Para em seguida
Bem do alto,
Deixa-lo cair
Novamente no fundo
Do oceano.

Quero deixar
Livre a natureza
A seguir seu curso
Que desenrola,
Desde que o mundo é mundo

Pois, dessa vida
Quero paz
Dinheiro, diversão
E um amor
Pro coração.

 

Fernão-Capelo-Gaivota

Anúncios